Os comentários a este blogue serão moderados pelo autor, reservando-se o mesmo a não reproduzir aqueles que pelo seu teor sejam considerados ofensivos ou contenham linguagem grosseira.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

O nacional-bacoquismo...

CHEGA O Verão e um dos meus maiores divertimentos é folhear a nossa auto-intitulada "imprensa cor-de-rosa" que, salvo uma ou outra excepção, prima pela rídiculo, pelo disparate e pela ignorância. A bacoquice chega a um ponto que ainda há poucos dias, uma dessas revistas publicava duas ou três fotografias de um conhecidíssimo político da nossa praça conversando numa praia algarvia com sua a filha e uma amiga desta, ambas de 14 anos. Mas a legenda, certamente da autoria de algum dos muitos ignorantes que pululam por essas publicações, convencido de estar diante do scoop do ano, rezava qualquer coisa como isto: "Fulano de tal, como sempre muito bem acompanhado".
Razão tem José Manuel Trigo que ainda há dias "barrou" a entrada a repórteres fotográficos de duas revistas da "especialidade" no seu T-Clube: "Se quiserem entrar, tenho todo o gosto em convidá-los para beberem um copo. Mas as máquinas fotográficas ficam no bengaleiro...", disse-lhes num gesto cada dia menos habitual entre os "patrões" da noite e que se pelam por escancarar as portas das suas casas e assim promovê-las à conta dos clientes, muitos dos quais, verdade seja dita, são mais do que coniventes com esses paparazzis "de trazer por casa" por ser essa a sua única maneira de se tornarem conhecidos...
Mas, acreditem, ainda há por aí muito boa gente que prima pela discrição e pela elegância de não perderem a cabeça por uma foto numa qualquer revistazeca de quarta ou quinta categoria!

3 comentários:

papolia disse...

Isto chegou a um ponto miserável em que as pessoas se vendem para sair nem que seja, desculpem lá, numa folha de papel higiénico.
E a imprensa cor de rosa é verdadeiramente uma nulidade.

Anónimo disse...

Isto é um país onde as estrelas são os futebolistas, as pseudo- actrizes que nunca ninguém percebe bem se são actrizes, modelos ou outra coisa qualquer. É o país dos "xaxas" que vão ao "Sasha" e nem sabem o que é o "cha-cha-cha". É tudo uma questão de falta de chá...

Anónimo disse...

Hoje em dia mistura-se tudo. Ninguém sabe quem são os vips ou famosos ou pseudo jet set.É uma farsa.