Os comentários a este blogue serão moderados pelo autor, reservando-se o mesmo a não reproduzir aqueles que pelo seu teor sejam considerados ofensivos ou contenham linguagem grosseira.

sábado, 16 de agosto de 2008

Ó homem, apareça!

ABRO OS jornais e revistas e é uma verdadeira overdose: o dr. Pedro Santana Lopes a mergulhar na praia do Ancão, o dr. Menezes a namorar em Santa Eulália, o saltitante dr. Pinho em Portimão a comer sardinhas à mão com o edil local ou a posar nas espreguiçadeiras da praia da Quinta do Lago, o dr. Ferro Rodrigues a dormitar nos areais de Altura, o dr. Mendes aos abracinhos e todo pimpão em Albufeira e até (vejam lá!) sou bombardeado com breves e interessantíssimas e indispensáveis revelações sobre o facto do insuportável engº Macário não ir a pé (ou de bicicleta) para a praia do Barril ou do dr. Relvas possuir um potentíssimo PDA que não larga até a banhos. Sei tudo! E é verdade, já me esquecia, até sei que o prof. Cavaco (se calhar porque quer dormir até mais tarde) mandou interditar o espaço aéreo sob a sua casa da praia da Coelha, onde passa o mês de Agosto. Sei tudo, mas mesmo tudo - até sobre ex-mulheres de futebolistas, "moranguitas" e "moranguitos", pseudo-modelos ou aquelas coisas que nós não percebemos se são uma coisa ou outra e restante lumpen que habitualmente pulula na nossa imprensa (não só cor-de-rosa)!
Mas há qualquer coisa que me intriga: é que também sei (eu e todos quantos lêem jornais, vêem televisão ou ouvem rádio) que Nicolas Sarkozy (que afinal não estava na Comporta) passa férias em casa dos sogros, em França; que Gordon Brown está a cumprir um aturado programa de recuperação física em Inglaterra; que Berlusconni está invariavelmente na Sardenha; que Zapatero voltou a escolher Maiorca como poiso para as suas férias de Verão; que Angela Merkl fez coincidir o seu descanso anual com o Festival de Bayreuth (à atenção da D. Maria Elisa...); e até que Bush optou por passar uns dias com os atletas do seu país presentes nas Olimpíadas de Pequim. O que sim eu não sei (e por muito que puxe pela cabeça, não descortino os motivos) é onde pára José Sócrates. Se está cá, se está lá, se está com a família, se levou a namorada, se não levou, enfim o mínimo que seria normal num país que se diz normal e onde os nossos media se interessam tanto por tão pouco. No mínimo curioso, para não dizer outra coisa...


P.S. - E já agora, como há poucos momentos me interrogava um amigo: será que as fontes, outrora tão pródigas e lestas, a dar cachas (e alguns "barretes") aos nossos "intrépidos" jornalistas de investigação, secaram? Ou será que é tudo uma questão de medo?

3 comentários:

teresa disse...

É caso para dizer: Mas onde é que está o Socrates? Sei lá, sei lá...

luis cirilo disse...

Acho que é mesmo medo.
Que é um sentimento que a vários niveis se está a instalar na sociedade portuguesa.
É muito mais fácil transformar a filha de PSL na filha de um amigo e aproveitar para umas larachas de mau gosto,ou o filho de Luis Filipe Menezes num homem que o vigia na praia do que escrever sobre sócrates.
Porque,como sabes bem,há muitos negócios na area da comunicação que condicionam muito a liberdade de expressão.
Basta pensar no novo canal televisivo.

Anónimo disse...

Ele já regressou, mais moreno e mais gordito... Será que esteve em Cuba ou na Venezuela, a visitar o amigo Chávez?