Os comentários a este blogue serão moderados pelo autor, reservando-se o mesmo a não reproduzir aqueles que pelo seu teor sejam considerados ofensivos ou contenham linguagem grosseira.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Perguntar não ofende (digo eu...)

SE É MESMO verdade que o tal tio de José Sócrates alertou o sobrinho para que alguém andaria a exigir o pagamento de milhões (ainda não percebi se de euros ou de "contos") para aprovar o já célebre "Freeport", porque raio de razão o então ministro do Ambiente não denunciou a quem de direito essa tentaiva de extorsão e se limitou a promover uma reunião com autarcas, técnicos e promotores? Como diz um amigo meu, essa é que é a questão...

4 comentários:

Tijoão disse...

Pois, mas isso essa é a grande confusão ! Por todos os meios estão a tentar desviar as atenções !

Ansião da Guarda disse...

O Zé Paulo foram euros. Não ouviste o que disse o Freitas do Amaral, "quem paga luvas não faz loucuras dessas", muito provavelmente estarão habituados a lidar com essa gente e concerteza que sabem os preços de mercado.
Tu também és tão ingénuo.

Ansião da Guarda disse...

Tive um sonho perturbador! Então era assim:
A massa e porque é em contos necessita de ser transportada em contentores.
Construi-se um novo terminal de contentores.
Mas como dava nas vistas, dividiram em pequenas partes umas chegavam a via rodoviaria e a outra ferroviaria construi-se uma nova ponte. Não bastante com isso e porque era necessario fazâ-lo rapidamente porque estamos a apertar o sinto já há muito anos, construi-se um aeroporto.
E guardamos a onde a massa?
Nacionalizamos um banco.
E quem constroi as moradias?
O Jorge!
Acordei assustado, os clientes estavam a entrar no restaurante e queriam todos massas...

ana disse...

se sabia da tentativa de extorsão deveria denunciar porque é um crime público. foi conivente e se vivessemos num país sério e a sério deveria ser interrogado pelo diap e não só